Informações do Post - - Jonas Henrique - - 17 de Maio de 2017 | - 5:55 - - Home » - - 9 Comentários

Resenha: “Deixei Você Ir” – Clare Mackintosh

Capa do livro

O que falar do livro “Deixei Você Ir” ? Está obra de ficção de Clare Mackintosh é incrível, é instigante, é emocionante e surpreendente. A autora já nos joga de cara com a trama central logo no seu prólogo, mesmo já sabendo qual o desfecho deste início do livro a sua narrativa já nos domina, nos emociona. Os diálogos  entre Jacob, o menino de cinco anos voltando da escola com sua mãe, transbordando alegria num dia cinzento, contando as novidades que havia aprendido na escola, e sua mãe, Jenna, toda contente e ansiosa para chegar ao conforto de seu leu lar junto de seu querido filho faz nosso coração apertar, quando ela começa a descrever as cenas subsequentes, quando o inesperado acontece, – o garoto solta a mão de sua mão já próxima de sua casa, em uma rua aparentemente tranquila e que num piscar de olhos a criança acaba sendo atropelada, o motorista foge –  é a partir daí que se inicia uma história de tirar o fôlego.

A autora nos apresenta uma investigação criminal cheia de suspensa, um thriller psicológico ( onde personagens não são dependentes da força física para superar seus inimigos, mas dependem de suas capacidades mentais, seja pela inteligência lutando com um oponente formidável, ou por tentar se manter em perfeito estado psicológico) que nos tira o fôlego, uma trama complexa e muito bem elaborada.

A autora soube criar os momentos adequados de cada personagem na trama, como no momento em que Janna tenta fugir da dor da perda de seu filho, mas que o passado tende a persegui-lá, onde leva o Ray Stevens a seu limite na busca do assassino juntamente com seus colegas, Kate e Stumpy, num jogo de grandes reviravoltas.

Por ser uma ex-detetive, Mackintosh construiu um dos melhores livros que abordam temas policiais envolvendo investigações criminais, sem dúvidas a Intrínseca presentou a seus leitores com uma obra impecável e que já teve mais de um milhão de cópias vendidas pelo mundo. Vale muito apena ler este livro.

Ficha Técnica

Livro: Deixei Você Ir

Autora: Clare Mackintosh

Editora: Intrínseca

Páginas: 368

Ano de lançamento: 2014 (2017 no Brasil)



9 respostas para “Resenha: “Deixei Você Ir” – Clare Mackintosh”

  1. Eu adoro livros assim que é uma mistura de sentimentos, emoções! Muito legal mesmo, vou colocar na lista dos livros para ler 🙂

  2. graciluanny disse:

    Que legal, podia fazer um filme, ia dar um excelente roteiro…

  3. Luana Alves disse:

    Parece um livro que pode me fazer chorar muito por envolver o laço de mãe e filho rs

  4. blogcomv disse:

    Olá,

    Adoro thrillers psicológicos e admito que adorei a capa, o que é bem raro hahaha Acabei de ler um nessa pegada e me decepcionei bastante, então vou anotar a dica e depois tentarei ler! Parece bem bacana 😀

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

  5. Oi Jonas!!
    Eu acho essa capa tão interessante.
    Eu não sou fã de thrillers. Na verdade eu não leio nunca esse gênero porque morro de medo rs
    Ótima resenha!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

  6. andy8juuh disse:

    Não tinha ouvido falar desse livro, mas parece interessante. Gosto desse tipo de livro e essa capa é diferente de outros livros que vi desse gênero.

  7. Alice Martins disse:

    Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas já fiquei bem curiosa, pois a história parece ser daquelas que nos deixam sem fôlego, completamente vidrada. Imagino que a sucessão de acontecimentos deixe o leitor vidrado. Vai para a listinha e espero ler o quanto antes, pois é muito o meu estilo!

    Beijos!

  8. Pedro Beckett disse:

    Não conhecia o livro porém fiquei bastante interessado. Adoro esses livros que nos cativam da primeira à última página. Obrigado pela dica e parabéns pelo post 🙂

  9. Que resenha maravilhosa , diz exatamente tudo e nada ao mesmo tempo sobre o livro…. isto é instiga mas não dá spoilers !!! ADOREI ! [ Eu li e concordo com tudo que disse ! Vale super a pena ler esse livro] Bjs

O que achou? Comente!