Informações do Post - - Jonas Henrique - - 6 de junho de 2017 | - 9:37 - - Home » » » - - Sem Comentários

5 Livros sobre o bullying para trabalhar em sala de aula

O bullyng é um dos temas mais recorrentes na atualidade e que sempre estão levantando constantes debates acerca desse tema, principalmente devido aos danos causados naqueles que sofrem com essas agressões e elas são das mais variadas formas como bulir, tocar, bater, socar, zombar, tripudiar, ridicularizar, colocar apelidos humilhantes entre outros. Essas são as práticas mais comuns, geralmente é feito contra alguém que não consegue se defender ou entender os motivos que levam à tal agressão. Todos esses atos podem trazer sérios danos ao psicológico de uma pessoa.

Existem vários livros que abordam esse tema, uns de uma forma mais leve, outros de forma mais realista e pesada, como “Os 13 Porquês” de Jay Asher, uma abordagem mais dura e que também traz o debate acerca do suicídio, ou livros como “Antes Que eu Vá” de Lauren Oliver com uma abordagem totalmente diferente mas não menos reflexiva e impactante e obras como a de J. R. Palacio “Extraordinário” que vem recheado de emoção e que com uma linguagem simples, consegue passar uma forte lição de vida a todos nós. mas hoje vamos apresentar cinco livros para se trabalhar em sala de aula, para que as crianças e adolescentes possam logo desde de muito cedo começar a compreender o que é o bullyng e seus malefícios.

Este É o Lobo 

Capa do Livro

Este livro traz uma importante reflexão a cerca da tolerância e empatia.

Sinopse: Eis uma história distinta de todas as atravessadas por lobos. Aqui não há medo, mas solidão. Alexandre Rampazo sacode, com lindas imagens e palavras, a rede onde estão, presos a velhos sentidos, personagens singulares do nosso imaginário, como a Chapeuzinho Vermelho, sua avó e o caçador, o príncipe, a princesa e os três porquinhos. Ao lado do lobo ou dele apartadas, elas ganham um inédito significado. Graças, sobretudo, a sensibilidade de um menino. Um menino que não é senão o próprio Rampazo e todos nós, leitores, que, por meio de narrativas, re-descobrimos (mesmo em condições suspeitas) as maravilhas da amizade.

Ponte para Terabítia 

Capa do livro

Está obra aborda os medos e as dificuldades de seus personagens principais, tudo de uma forma bem leve.

Sinopse: Jess Aarons, um garoto de 10 anos, passou o verão treinando para ser o campeão de corrida da escola. Na volta às aulas, é ultrapassado por uma aluna nova. Os dois tornam-se grandes amigos, e criam um reino imaginário chamado Terabítia, onde governam soberanos protegidos das ameaças e zombarias da vida cotidiana. Até que um dia, uma fatalidade os separa, e Jess precisa ser forte para enfrentar essa triste realidade.

Valentões Fofoqueiros e Falsos Amigos 

Capa do livro

Sinopse:  Quem nunca sofreu uma agressão na escola ou passou ao menos por uma situação constrangedora causada por aquele colega metido a valentão? Ou sofreu as consequências de um fofoqueiro pronto para espalhar para toda a escola um segredo seu? Ou ainda quem nunca se decepcionou com aquele (falso) amigo que, quando está perto de outro grupo, vira as costas e finge que nem conhece o colega? Esses e outros problemas recorrentes no dia a dia de crianças e jovens, especialmente no ambiente escolar, são abordados com clareza e objetividade no livro Valentões, fofoqueiros e falsos amigos – Torne-se à prova de bullying, da inglesa Jenny Alexander, que chega ao Brasil pelo selo Rocco Jovens Leitores.

Escrito em linguagem acessível e direta, Valentões, fofoqueiros e falsos amigos é um guia prático que apresenta dicas para a garotada aprender a enfrentar o bullying de forma efetiva e saudável. O livro traz casos tirados do cotidiano para exemplificar os vários tipos de agressão praticadas por crianças e jovens na escola, nos clubes e outros locais de convívio social, além de testes e ilustrações divertidas que ajudam o leitor a reconhecer o bullying e reagir a ele de forma correta, mostrando a importância de falar sobre o assunto, por mais que isso seja difícil para muitos meninos e meninas.

Com dicas que levantam a autoestima, estimulam os jovens a reconhecer os próprios sentimentos – como, por exemplo, a diferença entre estar zangado e magoado – e os incentivam a assumir a responsabilidade por esses sentimentos, ajudando-os a se valorizar e enxergar o outro de forma realista, a autora mostra que toda vítima de bullying pode reagir às agressões, reconhecer o ponto fraco de cada valentão e dar a volta por cima sem se tornar, ela própria, um agressor.

Ele disse, Ela disse 

Capa do livro

Sinopse: Temas como amizade, bullying, respeito às regras e a relação entre pais e filhos também estão presentes no livro, abordados com a naturalidade e a descontração características da autora. E como num quebra-cabeça em que cada peça se encaixa perfeitamente à outra, a narrativa se desenrola revelando, com ritmo e bom humor, os sonhos e angústias de meninos e meninas diante de cada situação, com direito a passagens hilárias causadas pela difícil comunicação entre os sexos. Ela disse, ele disse mostra por que Thalita Rebouças é a escritora mais amada pelos adolescentes. E nisso meninas e meninos concordam!

Diário de Carol

Capa do livro

Sinopse:Carol é uma menina de 11 anos como tantas outras. Ela decide escrever em diário na sua agenda. E durante o ano todo registra seus medos, anseios, sonhos e dúvidas…
Mudanças no corpo, relacionamentos conflituosos com pais, amigos e meninos e beijo são alguns dos assuntos tratados, dentre tantos outros.
As ilustrações são inspiradas nas histórias em quadrinhos. E cada página é trabalhada reproduzindo o diário de uma menina, cheio de firulas, colagens e anotações que ao mesmo tempo que fazem rir também comovem tanto meninas da mesma idade de Carol, como também a todo que se interessam por aprender e conhecer um pouco mais sobre a sensibilidade e o universo feminino.



O que achou? Comente!

Mais Visitados